Di Matteo destaca atitude do Chelsea

Roberto Di Matteo admite que as tácticas passaram para segundo plano com o Chelsea reduzido a dez, abrindo espaço para pura "paixão, orgulho e desejo", rumo à final da UEFA Champions League.

Josep Guardiola (FC Barcelona)
Josep Guardiola (FC Barcelona) ©AFP/Getty Images

Josep Guardiola, treinador do Barcelona
Falhámos. Claro que há coisas que gostava de ter corrigido, mas não estamos apurados para a final. Parabéns ao Chelsea, que está. Falhámos oportunidades-chave aqui e em Stamford Bridge também. Como posso culpar os meus jogadores pelas oportunidades que criaram em 180 minutos? Simplesmente não é o nosso ano.

O Barcelona vai estar presente na próxima edição da UEFA Champions League. Estivemos muito bem no torneio ao longo dos últimos quatro anos, mas umas vezes ganhamos, outras perdemos. É essa a beleza do futebol.

Roberto Di Matteo, treinador-interino do Chelsea
É um feito incrível por parte deste grupo de jogadores. Muitas pessoas menosprezaram-nos, mas os jogadores mostraram o seu carácter. Não esperávamos jogar com dez, por isso foi ainda mais difícil do que o esperado. O Barcelona é uma grande equipa, com jogadores fantásticos, mas mostrámos do que somos feitos. Tivemos uma temporada difícil, mas parece que conseguimos algo de especial sempre que necessário. Creio que faz parte do ADN destes jogadores.

O golo do Ramires foi crucial e deu-nos aquela esperança e crença de que podíamos aguentar na segunda parte. Dissemos, antes do jogo, que precisávamos de marcar e foi o que aconteceu. Devolveu-nos a vantagem. A segunda parte não teve tanto que ver com tácticas, mas sim com paixão, orgulho e desejo de atingir a final. Sabíamos que estávamos a apenas 45 minutos desse objectivo e isso era tudo o que importava. Alcançámos algo incrível aqui. Quando chegar a altura certa vamos pensar na final.

O Barcelona é a melhor equipa do Mundo. São fantásticos. Possui, igualmente, alguns dos melhores jogadores do Mundo. A forma como jogámos e defendemos mostrou o nosso desejo de chegar à final. Também tivemos um pouco de sorte, mas para conquistar o troféu é preciso um pouco.