Thijssen decide para o Ipswich

Thijssen decide para o Ipswich
Thijssen decide para o Ipswich ©Getty Images

Entre os grandes do futebol europeu em 1981 havia duas equipas pouco conhecidas: os finalistas da Taça UEFA, Ipswich Town FC e AZ Alkmaar. Nenhuma delas era uma força tradicional do futebol europeu, mas ainda assim foi um marco no que respeita às boas técnicas de treino e investimento.

Ipswich surpreende
O Ipswich deixou claro até onde podia ir na terceira jornada, quando venceu o Widzew Lódz, que bateu o Manchester United FC e Juventus FC. Depois dos polacos, seguiram-se as eliminações do FC Aris Thessaloniki e CU Bohemians Praha, goleado, por 5-0, no lotado estádio do Ipswich, o Portman Road. Depois desse momento, a formação de Bobby Robson deixou pelo caminho o AS Saint-Etienne, antes de eliminar o 1. FC Köln, nas meias-finais.

Holandês decide
Entretanto, o Alkmaar procurava assegurar que seriam duas as equipas estreantes na final, com vitórias perante o FA Red Boys Differdange, PFC Levski Sofia, FK Radnicki Niš, Sporting Lokeren St-Niklaas Waasland e FC Sochaux-Montbéliard. Por ironia, para a formação holandesa seria um holandês a tirar-lhe o título. Frans Thijssen, do Ipswich, marcou nas duas mãos da final e deu o triunfo ao segundo classificado do campeonato inglês.

Final emocionante
O seu golo em Ipswich aconteceu aos 46 minutos, depois de John Wark ter aberto o activo e Paul Mariner fechado a contagem. E, quando Thijssen voltou a facturar, no segundo encontro, deixou os seus compatriotas com um nó na garganta. Os holandeses acabaram por vencer, por 4-2, com Johnny Metgod a ser preponderante, mas não foi suficiente para levar a melhor no conjunto das duas mãos, que o Ipswich venceu, por 5-4.