Rivais alemães de olhos em Istambul

O 33º jogo entre equipas alemãs nas competições europeias - o 27º na Taça UEFA - vai colocar frente-a-frente, num derby local, Werder Bremen e Hamburgo, em luta por um lugar na final de Istambul, a 20 de Maio.

Diego será uma das armas do Bremen no embate com o rival Hamburgo
Diego será uma das armas do Bremen no embate com o rival Hamburgo ©Getty Images

O 33º jogo entre equipas alemãs nas competições europeias - e o 27º no que à Taça UEFA diz respeito - vai colocar frente-a-frente, num derby hanseático, Werder Bremen e Hamburger SV, em luta por um lugar na final de Istambul, a 20 de Maio.

Jogos anteriores na Europa: nenhum

Registo do Bremen frente a clubes alemães: 10J 3V 2E 5D
Registo do Bremen em casa frente a clubes alemães: 5J 2V 2E 1D
Registo do Hamburgo frente a clubes alemães: 6J 3V 2E 1D
Registo do Hamburgo fora de casa frente a clubes alemães: 3J 0V 2E 1D

• Há já uma larga história de encontros entre equipas alemãs na Taça UEFA. Esta vai ser a sétima semi-final da prova 100 por cento germânica, sendo que em 1979/80 as quatro equipas que atingiram as meias-finais eram provenientes da então República Federal da Alemanha. O Eintracht Frankfurt bateu o FC Bayern München numa das semi-finais e o VfL Borussia Mönchengladbach levou a melhor sobre o VfB Stuttgart na outra. O Eintracht acabou por vencer a final graças aos golos marcados fora, depois de ter perdido por 3-2 em Dortmund e de ter vencido por 1-0 no seu terreno, na partida da segunda mão.

• O mais recente embate entre equipas alemãs nas meias-finais da Taça UEFA ocorreu na temporada de 1988/89, quando o Estugarda deixou pelo caminho o Dynamo Dresden com uma vitória por 1-0 em casa e um empate 1-1 fora, antes de perder a final diante do SSC Napoli, de Maradona e companhia.

• Uma temporada antes, o Bremen mediu forças com o Bayer 04 Leverkusen nas meias-finais da prova, tendo perdido por 1-0 fora e empatado 0-0 em casa, resultados que ditaram a sua eliminação.

• Uma das maiores derrotas de sempre do Bremen em casa na Taça UEFA ocorreu, precisamente, diante de uma equipa alemã, na época de 1982/83, quando se viu derrotado por 2-0 pelo FC Vörwarts Frankfurt-an-der-Oder, na primeira eliminatória, Ainda assim, seguiu em frente uma vez que havia vencido por 3-1 fora no encontro da primeira mão.

• Esse foi também o primeiro encontro do Bremen com outra equipa alemã nas competições europeias. Na época seguinte foi afastado pelo 1. Lokomotiv Leipzig (0-1 fora, 1-1 em casa) na segunda eliminatória da Taça UEFA e, na temporada após a já referida derrota diante do Leverkusen nas meias-finais da Taça UEFA, deu início à sua participação na Taça dos Campeões Europeus com um encontro frente ao campeão da República Democrática da Alemanha, o Berliner FC Dynamo, seguindo em frente graças a um triunfo por 5-0 em casa, depois de ter ido a Berlim perder por 3-0 na primeira mão.

• O mais recente encontro do Bremen com outra equipa alemã nas provas europeias foi frente ao Hannover 96, na edição de 1992/93 da Taça dos Vencedores das Taças. Na qualidade de detentor do troféu, o Bremen venceu por 3-1 em casa e foi, depois, perder 2-1 fora.

•O mais recente embate entre formações germânicas nas provas da UEFA ocorreu na temporada passada, quando o Hamburgo mediu forças com o Leverkusen nos oitavos-de-final da Taça UEFA. O Hamburgo perdeu a partida da primeira mão, fora, por 1-0 e, apesar de ter vencido o encontro da segunda mão, em sua casa, por 3-2, acabou eliminado. Antes, o Hamburgo tinha já disputado duas eliminatórias 100 por cento germânicas na Europa, uma na Taça UEFA e outra na Taça dos Campeões Europeus.

• Em 1974/75, na Taça UEFA, enfrentou o 1. FC Dynamo Dresden, da República Democrática da Alemanha, na terceira eliminatória, e venceu por 4-1 em casa antes de ir a Dresden empatar 2-2. Acabou, depois, eliminado pela Juventus nos quartos-de-final.

• Na Taça dos Campeões Europeus de 1982/83 teve pela frente o Berliner, logo na primeira eliminatória, empatando 1-1 fora e vencendo 2-0 em casa. O Hamburgo sagrou-se campeão europeu nesse ano, ao bater a Juventus na final, em Atenas, com um golo de Felix Magath.

Jogos anteriores nas competições nacionais

• Bremen e Hamburgo já se enfrentaram 89 vezes ao longo da história da Bundesliga, e o balanço é de grande equilíbrio. O emblema do Weserstadion alcançou 29 triunfos, contra 28 do Hamburgo, tendo os outros 32 encontros terminado empatados. O Bremen marcou 130 golos no total desses jogos, enquanto o Hamburgo 135.

• Em casa, o Bremen venceu o Hamburgo por 20 ocasiões, perdeu nove e empatou 15. Nesses desafios marcou 78 tentos e sofreu 56.

• Na classificação de todos os tempos da Bundesliga, o Bremen ocupa o segundo lugar e o Hamburgo surge logo a seguir, no terceiro posto. Apesar de ter disputado menos vezes o escalão principal do futebol alemão que o seu adversário, o Bremen totaliza mais quatro pontos que o Hamburgo - 2377 contra 2373 (** até este fim-de-semana).

• Até ao momento, nesta temporada, as duas equipas encontraram-se apenas uma vez para o campeonato, com o Hamburgo a vencer, no seu terreno, por 2-1. José Paolo Guerrero e Ivica Olić marcaram para a equipa da casa, tendo Diego apontado o golo do Bremen. Vão voltar a medir forças na Bundesliga a 10 de Maio, três dias depois de jogarem a segunda mão destas meias-finais da Taça UEFA.

• Em competições internas a eliminar, Bremen e Hamburgo encontraram-se por oito ocasiões, sete delas na Taça da Alemanha, a mais recente das quais a 22 de Abril (ver abaixo). A outra ocasião verificou-se na Taça da Liga alemã de 2005/06. O Bremen levou a melhor em seis dessas oito eliminatórias (1972, 1989, 1991, 1993, 2006 e 2009) e o Hamburgo em duas (1935 e 1982).

• Como foi referido em cima, Hamburgo e Bremen encontraram-se na passada semana, no terreno do primeiro, para as meias-finais da Taça da Alemanha. A turma visitante acabou por garantir o apuramento para a final ao vencer por 3-1 no desempate por pontapés da marca de grande penalidade. Per Mertesacker deu vantagem no jogo ao Bremen nos minutos iniciais, mas Ivica Olić restabeleceu a igualdade pouco depois. Sem que se tenha registado mais qualquer golo até ao final dos 120 minutos, a decisão da partida seguiu para os penalties, onde Tim Wiese defendeu três, assegurando o triunfo do Bremen.

• A maior vitória de sempre do Bremen sobre o Hamburgo foi um triunfo por 6-0 na Bundesliga de 2003/04, enquanto o Hamburgo o melhor que conseguiu foi, por duas vezes, bater o Bremen por 5-0, em 1979/80 e duas temporadas mais tarde.

Informação das equipas

• Thomas Schaaf é o treinador que há mais tempo se encontra à frente da mesma equipa na Bundesliga, tendo chegado ao comando técnico do Bremen em Maio de 1999. Antes, alinhou durante 17 anos como defesa do clube, ao longo dos quais disputou 262 jogos na Bundesliga e apontou 13 golos.

• O director-geral do Hamburgo, Dietmar Beiersdorfer, representou as duas equipas ao longo da sua carreira de jogador. Alinhou pelo Hamburgo entre 1986 e 1992 e seguiu, depois, para o Bremen, clube que representou entre 1992 e 1996. Desempenha o actual cargo no Hamburgo desde 2002.

• Frank Rost, guarda-redes do Hamburgo, defendeu as redes do Bremen em 147 encontros da Bundesliga entre 1993 e 2002. Transferiu-se para o seu actual clube em Janeiro de 2007.

• Os jogadores do Bremen, Mertesacker, Wiese, Clemens Fritz, Torsten Frings e Mesut Özil costumam habitualmente encontrar Piotr Trochowski e Marcell Jansen quando são chamados a representar a selecção da Alemanha.

• O avançado do Hamburgo, Olić, e o médio do Bremen, Jurica Vranješ, integraram a selecção da Croácia no Campeonato do Mundo de 2006.

• Guerrero, avançado do Hamburgo, e Claudio Pizarro, homem-golo do Bremen, são internacionais pelo Peru e ambos representaram a selecção do seu país na Copa América de 2007.

• Os jogadores do Bremen, Özil, Sebastian Boenisch e Aaron Hunt, deverão estar entre os convocados da Alemanha para a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 que se avizinha, juntamente com Dennis Aogo e Jerome Boateng, do Hamburgo. Todos eles foram presença habitual nos jogos que qualificação.

• Frings e Pizarro, do Bremen, foram colegas de Guerrero e Trochowski no Bayern em 2004/05.

• Frings e o defesa do Hamburgo, Guy Demel, jogaram lado-a-lado no BV Borussia Dortmund, entre 2002 e 2004.

Caminhada até às meias-finais

• Segundo classificado da Bundesliga na época transacta, o Bremen chegou à presente edição da Taça UEFA depois de ter terminado no terceiro lugar do Grupo B da UEFA Champions League. Afastou, depois, o AC Milan nos 16 avos-de-final da Taça UEFA, ao empatar 1-1 em casa e 2-2 em San Siro. Na eliminatória seguinte deixou pelo caminho o AS Saint-Etienne (1-0 em casa, 2-2 fora) e segui para os quartos-de-final, onde encontrou a Udinese Calcio. Depois de vencer por 3-1 em casa, a formação comandada por Schaaf foi a Itália empatar 3-3.

• O Hamburgo, quarto classificado na edição 2007/08 da Bundesliga, venceu o Grupo F da Taça UEFA, e eliminou o NEC Nijmegen de forma confortável nos 16 avos-de-final, triunfando por 3-0 na Holanda e por 1-0 em casa. Depois, ultrapassou o Galatasaray AŞ para chegar aos quartos-de-final, empatando 1-1 em casa e vencendo por 3-2 em Istambul. Nos quartos-de-final afastou o Manchester City FC, fruto de uma vitória por 3-1 em casa e de uma derrota por 2-1 em Inglaterra.

• A partida da segunda mão está marcada para o Arena Hamburg, a 7 de Maio. O vencedor desta eliminatória terá o estatuto de equipa forasteira na final da presente edição da Taça UEFA, no Estádio Şükrü Saracoğlu, em Istambul, a 20 de Maio, onde enfrentará o FC Shakhtar Donetsk ou o FC Dynamo Kyiv.

Momento de forma

Bremen: Apesar de esta ser já a quarta presença do Bremen em meias-finais da Taça UEFA, a formação germânica nunca conseguiu passar à final. O Bremen não perde em casa para as competições europeias desde a derrota por 3-0 na recepção ao Panathinaikos FC, na fase de grupos da UEFA Champions League, a 4 de Novembro de 2008, há quatro jogos.

Últimos cinco jogos nas competições europeias: EVEVE
Últimos cinco jogos em casa nas competições europeias: DVEVV
Melhor marcador (competições europeias): Pizarro (seis, incluindo dois na fase de grupos da UEFA Champions League) e Diego (seis, incluindo um na fase de grupos da UEFA Champions League)

Últimos cinco jogos nas competições nacionais: DVEDV
Últimos cinco jogos em casa nas competições nacionais: EEVVV
Melhor marcador (Bundesliga): Pizarro (16)

Hamburgo: O Hamburgo está pela terceira vez na sua história numas meias-finais da Taça UEFA, mas apenas em 1981/82 conseguiu sair vencedor. Ganhou os primeiros cinco jogos fora que disputou na presente edição da prova, até à derrota por 2-1 no terreno do Manchester City nos quartos-de-final - apenas o segundo desaire da equipa nas últimas 13 partidas que disputou fora de portas a contar para as provas europeias.

Últimos cinco jogos nas competições europeias: VEVVD
Últimos cinco jogos fora nas competições europeias: VVVVD
Melhor marcador (competições europeias): Olić (sete)

Últimos cinco jogos nas competições nacionais: VVDVD
Últimos cinco jogos fora nas competições nacionais: VDVDD
Melhor marcador (Bundesliga): Mladen Petrić (12)

Informação disciplinar

Bremen: Frings, Fritz, Özil, Diego, Hugo Almeida, Daniel Jensen e Markus Rosenberg estão a um cartão amarelo da suspensão.
Hamburg: Guerrero, Rost e Jonathan Pitroipa ficarão de fora do jogo da segunda mão se virem novo cartão amarelo.

Quem são...

Bremen

Troféus
• Taça dos Vencedores das Taças: 1991/92
• Taça Intertoto: 1998
• Provas nacionais: quatro títulos alemães, cinco Taças da Alemanha.

Diversos
• O Bremen só esteve um ano afastado da Bundesliga desde a criação da prova, em 1963/64. O clube disputou a segunda divisão na época de 1980/81, mas regressou imediatamente ao convívio dos grandes do futebol alemão.

• O clube foi fundado em Fevereiro de 1899 como FV Werder. "Werder" é uma palavra alemã pouco conhecida que designa uma ilha fluvial, como a Peterswerder, onde foi construído o Weserstadion. O clube passou a designar-se Werder Bremen em Janeiro de 1920 e dois anos mais tarde tornou-se na primeira equipa alemã a contratar um treinador profissional.

• O Bremen é famoso pelos resultados sensacionais que consegue no seu estádio nas competições europeias, com quatro jogos a serem recordados como "milagres do Weser":
- Na Taça UEFA de 1987/88 os alemães bateram o FC Spartak Moskva por 6-2, após prolongamento, superando a derrota por 4-1 na primeira mão.
- O Bremen perdeu por 3-0 em casa do BFC Dynamo Berlim, em jogo da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1988/89, mas seguiu em frente ao vencer na segunda mão por 5-0.
- Os alemães estiveram a perder por 3-0 com o RSC Anderlecht num jogo da fase de grupos da UEFA Champions League de 1993/94, mas venceram por 5-3 após uma reviravolta fantástica.
- Na terceira eliminatória da Taça UEFA de 1999/00, o Bremen perdeu por 3-0 em casa do Olympique Lyonnais, mas venceu o jogo na Alemanha por 4-0.

Hamburgo

Troféus
• Taça dos Clubes Campeões Europeus: 1982/83
• Taça dos Vencedores das Taças: 1976/77
• Taça Intertoto: 2005, 2007
• Títulos internos: seis campeonatos alemães, três Taças da Alemanha

Diversos
• O Hamburgo alinha no principal escalão do futebol alemão desde a sua fundação, em 1919, sendo a única equipa nessa situação. É também o único clube a participar em todas as edições da Bundesliga até ao momento.

• O lendário avançado do Hamburgo, Uwe Seeler, foi o primeiro Jogador do Ano alemão, em 1960. Marcou 404 golos em 476 jogos do campeonato ao serviço do clube, entre 1953 e 1972.

• De 16 de Janeiro de 1982 a 29 de Janeiro de 1983, o Hamburgo esteve invicto durante 36 jogos do campeonato, um recorde na Bundesliga que ainda não foi quebrado.